quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

O Papel? Qual Papel?

Oh meu Deus!!! Onde é que vou parar com tanta papelada? Em doida certamente... Raios para tanto papel em forma de ata, relatório, planificação, matriz, PEI e sei lá mais o quê!!!??? Paciência, muita paciência...

sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Cantar como a Adele... pois pois!

Sempre tive um desejo secreto de... cantar!! Sim, cantar!! Digo isto por um motivo muito concreto, acabei agora de me ouvir a cantarolar e sou um pavor. Já o sabia, mas mesmo assim custa ouvir-me!! Nunca tive pretenções a cantar, nem achava que tinha jeito. Andei calada até aos meus 19 anos. Só cantei em Coimbra e no meio daquela gente toda, para não me ouvirem!!! Por isso nunca tive aspirações a cantar em público. Ah, nem no karaoke: ODEIO!!! Mas gostava mesmo de cantar bem, vá, como a Adele! 

Um novo membro da família!

Temos um novo habitante cá em casa. Para além da Batata, do Pinhão e da Flôr temos agora um passarinho (ainda não tem nome). Encontei-o com a asa ferida e acabei por o trazer para casa. Amanhã vamos comprar uma gaiola. Só o estamos a fazer porque o passarinho era de gaiola (come alpista e está habituado a humanos) e não consegue voar. Mesmo assim, custa um bocado ver o animal preso.

domingo, 19 de fevereiro de 2012

Pensamentos Parvos IV

Será que as portuguesas que andam a sambar por Ovar, Mealhada, Torres Vedras e Loulé não sentem frio?!?! Acho que a celulite delas sentem!!!

Net-a-Porter: vestidos compridos

Emilio Pucci 

Emilio Pucci

Issa Printed silk maxi dress

Issa

Oscar de la Renta

Oscar de la Renta

Missoni

Missoni

Collette by Collette Dinnigan

Collete by Collette Dinnigan

Estado de Graça... Fabuloso

Adoro, Adoro, Adoro... e podia continuar!!! A Duquesa de Alba e os roubos em pastelarias: pastelariajaking! Fabuloso!!

Mango: Vestidos Compridos

A Mango é uma das minhas marcas preferidas faz já uns bons anos, desde os tempos de Coimbra. O site é uma perdição e é uma pena (ou sorte para a minha conta bancária!) que alguns destes modelos não se encontrem com facilidade nas lojas portuguesas. Fazendo uma comparação com o que há no Net-a-Porter, podemos encontrar o mesmo look mas a um preço bem mais simpático na Mango

O Carnava que temos!!!


Longe vão os tempos em que este período era vivido como a época em que os papéis eram invertidos, de grandes festas e grandes folias.Os homens da Idade Média vivam estes dias como a única época em que podiam fugir do seu quotidiano. Os excessos eram permitidos e o imaginário fantástico acabava por tomar forma nos festejos. A Quaresma estava perto, por isso era preciso aproveitar.
Bem, agora os tempos são outros e a tradição do século XXI é outra. Ficamos com as escolas de samba bem manhosas, o Sr. José do talho mascarado de loiraça e os miúdos a encarnarem os seus super heróis made in China. Enfim, é o que temos!!!

Nota: o Sr. José do Talho acaba por dar largas aos seus secretos desejos: encarna a loira que está dentro e apalpar todo o jeitoso que lhe passa pelas unhas (pintadas de encarnado, obviamente!!!). 

sábado, 18 de fevereiro de 2012

Desaparecida...

´Tenho andado meio desaparecida aqui do estaminé!! Para além do trabalho, a minha mãe tem estado doente. E é isso que me tem tirado a disponibilidade para tudo o que é lazer.
Ontem fomos ao médico de família e ela, que é um colosso de força, veio de lá bem aflita.Tem agora de fazer exames e esperar pelos resultados. Espero bem que o médico esteja só a ser picuinhas e que não seja mais do que as consequências da varicela. 

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Raios!!!

O Benfica perdeu na Champions

O dia 15 chegou e veio cheio de trabalho!!!

Cheguei às 8.30h, dei três blocos de aulas de 90 minutos, saindo às 13.30h. Vim a casa almoçar e às 14.30h já estava de volta à escola para três reuniões. Cheguei a casa às 21.30h. Pelo meio consegui esgueirar-me até ao bar e enfiar à pressa um pastel de nata com um Compal pêra.
Estou agora alapada à lareira à espera de vontade para corrigir testes... Será que ela chega? Esperemos que sim!!!

sábado, 11 de fevereiro de 2012

Van Gogh e a noite

Noite Calma sobre o rio
A Noite Estrelada
O Café

Encontros ocasionais...

Encontrei uma conhecida minha e ela perguntou-me: Então, para quando um bébé? Comecei logo a ficar com os olhos rasos de lágrimas e mal consegui falar.
Eu fiquei atrapalhada mas a minha conhecida ficou em pânico.

Mães: mania de que o mundo não funciona sem elas!

A semana tem sido trabalhosa e parece que a próxima também será dentro do mesmo estilo. Tenho-me dedicado às artes da casa, não por que me apeteça mas por um motivo de força maior. A minha mãe adoeceu com a zona (vírus da varicela que se mainfesta com um mal estar geral e umas borbulhas gigantescas) e tem estado a caldos de galinha.  Esta maleita é muito complicada de se aturar e a minha mãe, que não é nada queixinhas, tem passado um mau bocado. Por isso, todo o serviço de casa tem estado ao meu encargo. O perfecionismo da minha mãe acaba por me exasperar, fazendo com que eu perca a paciência com ela. Parece que eu não sei fazer nada ou então que não faço nada!! Ainda por cima faz este tipo de comentários às vizinhas!! Diz que: olhe agora as coisas ficam por fazer, paciência! Sei tomar conta da lida da casa sem qualquer tipo de problema e com as coisas feitas em condições. Por isso fico indignada com os comentários da minha mãe. Parece que sou incapaz!! A casa está limpa e arrumada, as refeições aparecem a tempo e horas, a roupa é lavada, estendida e passada, por isso... não há problema nenhum!!! Fica tudo feito, não fica nada em espera
Bem, lá tenho eu de ter muita paciência. Muita mesmo!!!!

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Oh não, o dia de S. Valentim!!!

Nunca liguei ao dia dos namorados, nem nunca fiz nada de especial para assinalar o dia. No entanto este ano, o meu coração está partido. Dorido e sofrido. Desperançado e despedaçado. Tenho de ter paciência para o bombardeamento de AMOR que está a vir. Enfim, lá vou eu fazer mais um exercício de auto-superação.
Vá, não sejas piegas e anda para a frente!!!

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

O primeiro aniversário

Faz hoje um ano que eu ganhei coragem para começar com o meu blog e meti os dedinho no teclado! Muito se passou entretanto e, se numa fase inicial não era muito regular, agora passou a ser um ritual de catarse quase diário. Aqui encontrei o meu espaço para falar um pouco de mim, para olhar para dentro e para aquilo que me rodeia.
Num ano muita coisa mudou na minha existência, demonstrando que a vida é um contínuo devir, um fluxo que não pára e nos faz andar para a frente.
Obrigada a todos aqueles que se tornaram uns habitués, às mensagens de apoio e ao inegável carinho que tenho sentido.
Um grande bem haja!!!

Maia do Avesso

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Inspirar... Expirar....

... aproxima-se o 14 de Fevereiro!

Madonna...


53 anos... nem dá para acreditar!

Conspiração Familiar!!!

Que fique claro que adoro a minha família! Tudo aquilo que será escrito aqui deverá ser entendido como um ligeiro desabafo!

 Não quero arranjinhos!!!! 

A criatura do bilhete poderá ser a melhor pessoa do mundo, que ficou fascinado por mim (sinceramente fascina-se com muito pouco - não demonstrei nada daquilo que sou) e que é uma boa pessoa. No entanto, eu não estou interessada.
A minha tia telefona para a minha mãe, a irmã, e indaga sobre o que aconteceu na semana passada. O meu primo contou-lhe. A minha mãe disse-lhe que eu tinha ficado pouco agradada com a abordagem e até um pouco assustada. Por sua vez a minha tia (sei que está genuinamente interessada em ajudar-me) acha que eu não me devo fechar, que devo sair e que ele é um bom rapaz!!! O meu processo de cura passa por em primeiro lugar: ficar de bem comigo; deixar de pensar na coisa com tanta dor; olhar para mim e sorrir com o que vejo; recuperar a minha confiança. Depois, logo se verá! Não acredito que outra pessoa poderá fazer isso por mim. Tenho de ser Eu a fazer esse caminho para depois estar preparada para o que vier. Posso ficar sozinha ou encontrar alguém, não sei!? Mas o que eu mais desejo é ficar de bem comigo. Como era dantes.
Nunca fui pessoa de aventuras e de ter tido muitos homens na minha vida. Quando gosto, gosto. Se não gosto não ando a brincar com os sentimentos do outros. Não ando a experimentar, a ver se dá certo com qualquer um que me apareça, só por aparecer.
Assim, irrita-me esse discurso de "tens de sair!" como um incentivo para te enrolares com o primeiro que te achar interessante. Se assim fosse, provavelmente o discurso seria outro... devias ir com calma!!!
  

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

O fim da palhaçada!!!

O dia oficial da palhaçada vai deixar de ser "tolerado". Enfim, restamos os outros 365 dias (este ano é bissesto)!!

domingo, 5 de fevereiro de 2012

Medo, muito medo... a Luciana/Floribela ataca na Luz

Acabei de ver a Lyonce Victóriia (ou lá como se escreve o nome da criança!!!!) enfarpelada de encarnado!!
Medo, muito medo com a chegada de Luciana/Floribela e companhia ao Benfica!!!

Pensamentos Parvos II

Isto está mau derivado à crise!
Que raio de moda essa de se usar o derivado... Há sempre uma vox populi que gosta de a utilizar nas entrevistas de rua.

Não há paciência!!

O que para algumas pessoas poderia ser uma massagem ao ego, para mim não o é! Explico melhor: o fato de ter tido dois tipos, supostamente interessados em mim, não me afaga a minha auto estima. Eles não me conhecem, nem sabem o que é que eu sou para estarem verdadeiramente interessados em mim. Esta política de atirar barro à parede a tudo o que se mexe revela muito falta de caráter. Sabem lá eles como é que eu sou! Se sou uma boa pessoa ou uma psicopata. Uma chata ou uma pessoa interessante. Qual será o critério para avançarem? Será pelo fato de estar legalmente disponível? Logo, devo estar disponível para o primeiro que apreça, não é? Mais, divorciada recentemente deverá estar à procura de uma forma de esquecer o outro. Nada melhor que na minha cama, não é? Deixa-me lá tentar a minha sorte convidando-a para um café com bilhete manhoso. Sim, estou magoada, com o coração estraçalhado e completamente desiludida. Desta forma, sentir que se estão a aproveitar da minha fragilidade faz-me ficar de pé atrás e triste.
Nunca acreditei em amor à primeira vista mas sim em atração à primeira vista. Pode haver uma atração que depois deverá ser "trabalhada", poderendo avançar para algo mais sério ou ficar por ali mesmo. Neste caso, pela minha parte não houve nada disso. As duas criaturas são a antítese daquilo que me atrai e nunca demonstrei qualquer tipo de interesse que podesse dar um sinal de que estaria interessada. Posso estar a exagerar e sei que ando muito sensível mas isto tudo seria dispensável. A coisa anda feliz e contente da vida, com uma aliança no dedo anelar direito, a tirar fotos com os novos sogros no dia de Natal e fazer passeios com ela. E eu? A apanhar com estes emplastros.  
Não há paciência!!!

Colplay: Charlie Brown


Ontem estava um pouco blue... hoje espero estar up! Os Coldplay dão um ajuda...

Pensamentos parvos I

Já sei qual é razão para fazer tanto frio... a crise. Não há pilim para pagar o aquecimento!

sábado, 4 de fevereiro de 2012

Praeteritum tempus umquam revertitur

A vida tem destas coisas, por mais voltas que possamos dar, uma coisa é certa, o tempo não volta atrás. Cheguei a um impasse que poderá ser um recomeço ou a escolha de um novo caminho. Assusta muito, muito mesmo uma vez que o desconhecido impõe respeito. O medo de perder esse tempo que não volta atrás faz com que fique estática.  
Nunca como agora tive tanto medo do futuro, de ele passar ao lado e eu não o agarrar por estar tão magoada com o passado.
Nos últimos quatro anos amei demais, acreditei demais, confiei demais, tudo foi a mais e no fim, o que sobrou? Umas quantas recordações com sabor a mentira, um grande nada. Viagens feitas, projetos pensados, um futuro desejado que nunca o chegou a ser. Já passei a fase da culpa e da raiva, do desespero que me consumia a minha alma, ficou só uma imensa tristeza. Um amor que foi desprezado por quem não o merecia mas que mesmo assim magoa. Sinto que tudo foi mentira.

Praeteritum tempus umquam revertitur : Tempo perdido não se recupera

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Sê bem vindo Miguel!!!!

Ontem foi dia de bolinho...

... o meu avô fez 87 anos! Parabéns!!

Estou no quentinho...

Estou embrulhadinha numa manta, à lareira e a dar uma volta no meu blog. A vida é bem boa! Adoro sentir esta sensação de conforto e de calorzinho. Ui, que maravilha. Vou agora papar uns episódio do Sexo e a Cidade e tenho a noite ganha!

Os divorciados andam malucos!!!

Bem, nem sei por onde começar este post... mas lá terá de ser! Destesto ser divorciada e aquela ideia de que estou disponível não pode estar mais errada. Entendo-me muito bem e sei que preciso de ficar bem comigo, para depois andar para a frente. Só então, começarei a olhar para o que me rodeia.
Em dezembro tive uns avanços de um colega que foram prontamente resolvidos. Sem dramas e sem grande stress. No entanto, esta semana fui alvo de uma nova investida, não desse colega mas de uma criatura que conheci recentemente. Fui com o meu primo e a namorada dele fazer uma caminhada na serra. Nessa caminhada foram também dois amigos deles que eu não conhecia. Correu tudo bem e passei um bom bocado. Esta semana fomos também dar uma volta pelo campo com um desses amigos. Estava tudo bem até que, quando voltavamos ao ponto de partida, esse amigo aproveita-se do fato de estarmos sozinhos e entrega-me um papel com o seu número de telemóvel. Recebi o papel, desdobrei-o e li o seguinte:


LOL!! Fiquei com cara de parva e completamente sem reação!! Eu não conheço o tipo e pouco falei com ele!! Onde é que estão os instantes tão marcantes?! Não dei sinais nenhuns uma vez que NÃO estou interessada. Convidou-me para tomarmos um café, saír um dia destes!! Balbuciei qualquer coisa e enfiei o bilhete no bolso. Comecei nesse momento a contar os minutos para que o passeio terminasse. Fomos depois todos lanchar e eu comentei que precisava de ir ao multibanco e perguntei qual era o mais próximo. Despedimo-nos, entrei no carro e fui até ao multibanco mais próximo, feliz por estar livre. Passei por um carro parado em 2ª fila e estacionei... quando estava para sair do meu carro, o tipo pára ao meu lado a reforçar a ideia do café!!! Ficou à minha espera, era dele o carro estacionado em 2ª fila!!! Creepy, very creepy!!!!!!  

Estou sozinha e assim quero estar! Acredito que as coisas acontecem quando tem de acontecer, sem forçar e sem nos impormos uns aos outros. Acontece que me senti assediada de uma forma ainda mais estranha do que anteriormente. Nunca na vida acharia interessante esta abordagem e não entendo o desespero de certas criaturas que andam por aí. Mesmo se ele fosse lindo de morrer (não o é: careca, desdentado e bastante mais baixo e velho que eu!!!) não gostaria desta abordagem tão invasiva.

Outras pessoas podiam ficar com o ego em cima depois destes avanços, eu não gosto nada!! Acabo até por ficar um bocado assustada com isto tudo. Quando estava solteira nunca tive este tipo de situações e as coisas tomavam o seu rumo. Tenho saudades desse tempo. 

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012