quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Ainda os recuerdos de Praga...


   Quando estive em Praga conheci uma loja fantástica onde encontrei este maravilhoso creme para o rosto. Um dos seus ingredientes principais é cerveja ou não estariamos na República Checa!!! Ontem acabou, sniff, sniff... 


sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

A mesa do lado...

Ontem tive um dia bem comprido, com muita coisa para ser feita. Duas reuniões secantes, aulas para serem preparadas e coisas a serem pensadas!! Mas o dia terminou em bem, com um chá partilhado com uma amiga e boa conversa.

Durante esse chá fiz uma coisa que não fazia há muito tempo... flirtei com um tipo!!! Ah, soube tão bem. Sem limitações, sem recriminações, sem pensar na coisa, enfim, senti que estava novamente a viver.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

domingo, 15 de janeiro de 2012

sábado, 14 de janeiro de 2012

A solidão que me acompanha...

     Já se passaram uns meses desde que a minha vida tomou um outro rumo. Acho que pela primeira vez na minha vida, não fui eu a decidi-la. Foi outra pessoa.
     Custa agora ver que a aquilo que eu queria, a vida que eu queria com ele está a ser vivida com a outra. Esperei quatro anos para termos tempo para nós e afinal isso não aconteceu. Dói muito ver as fotografias de felicidade dele com aquela tipa. Ter a certeza de que me traía enquanto me fazia querer que a origem dos nossos problemas era eu! Que eu não entendia que ele precisava de estar com os amigos, que eu estava a ser pouco compreensiva. Ele fez tudo para magoar, para ser eu a terminar e a desistir. Sofri tanto, senti-me tão sozinha e sem qualquer tipo de apoio. Tive um ano miserável em todos os aspetos!!
     Essa solidão continua a acompanhar-me, a ser a sombra que me preenche os dias e as noites. Sinto falta de amor, daquela sensação boa de ser importante na vida de alguém, de fazer a diferença. Tenho medo de nunca mais conseguir amar, de não ser correspondida e de ficar sozinha. Queria ter filhos, de começar a construir a minha família e tudo isso desapareceu de um momento para o outro. Tenho 34 anos e o tempo começa a desaparecer.
     Enfim, acho que hoje estou um pouco pensativa de mais!! Mas, estar aqui a descrever o que sinto acaba por ser uma terapia. Ponho cá para fora as minhas angústias e os meus medos. Racionalmente estou bem mas as emoções ainda andam desorganizadas. Sei que ele não era homem para mim, não me respeitou, não me valorizou e principalmente não me amou de verdade. Mas eu gostei mesmo dele, como nunca gostei de ninguém até agora e isso custa a passar.
     Anseio pelo dia em que isto tudo não passará de um mau momento no meio de uma boa vida. 

Ando numa de ouvir mulheres poderosas...


Sober

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Inspeção automóvel

     Marquei a inspeção periódica do meu Zé Luís (o meu pópó) e, antes mesmo das três horas lá estava eu. Dirigi-me para a recepção e apresentei o livrete, registo de propriedade e o papel da inspeção anterior. A funcionária olhou para mim e disse: a próxima inspeção é só para 2013!
    Ok, fíz papel de tolinha e bem merecia. Nem olhei para a data!! Foi uma viagem perdida mas pelo menos tenho mais um ano. Se calhar ainda me esqueço...
     Ah, para aproveitar a viagem, comprei umas botas! Depois mostro... estou bem preguiçosa para tirar umas fotos!!
Acho que o meu colega já entendeu que eu não estou interessada! Felizmente!!!!

domingo, 8 de janeiro de 2012

Tarot da Maya

Estou tranquila: o tarot da Maya indica que o ano de 2012 vai ser bem bom para os nativos do meu signo!
Para o da coisa, prevê problemas em todos os aspetos, incluindo traições (eh! eh! eh!!!)!
Espero que tudo se concretize....
Ui, sou tão boazinha!
O fim de semana está a terminar... Sniff! Sniff! Amanhã é dia de trabalhar e há pouca vontade de o fazer!

sábado, 7 de janeiro de 2012

Noite de Reis...


Ontem fui jantar a casa de uns amigos dos meus pais e passei um serão fantástico. Com boa conversa, boa comida e vários bons vinhos. Foi uma noite bem agradável e que durou até às tantas!!! Comi romãs com vinho para trazer dinheiro para o ano. Uma tradição que já me acompanha há muito tempo e que sabe bem continuar

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

O ataque do divorciado...

     Isto de se ser divorciada tem muito que se lhe diga! Apesar de nunca me ter sentido verdadeiramente casada e isso prende-se com o fato de não termos partilhado casa nos 11 meses que estivemos casados. A nossa vida de casados deveria ter começado quando ele terminou tudo. Ele terminava o curso e eu dedicava-me ao mestrado para depois passarmos a vivermos juntos. Eram só uns meses a encontrarmo-nos aos fins de semana. Bem, já se sabe o que se passou. Enquanto namoravamos estivemos mais tempo juntos do que quando casados. E, se numa fase inicial até entendia as ausências, para o fim já não as suportava. Fui aguentado e acreditando. Vim a saber que o tempo livre dele era passado com a sua "grande amiga"e os seus amigos. Enfim, fui traída e ainda fui crédula ao ponto de ter acreditado que não tinha outra. Quando não queremos ver, não há nada a fazer. Ficamos ceguetas de todo.
   
     Tem sido complicado mas tenho puxado por mim. Não ficar em casa a moer as cismas e a dedicar-me ao que gosto. Estou finalmente a trabalhar perto de casa e a conhecer novos colegas.
     É nisso de conhecer novos colegas que surgem as novidades...
     Não, não estou apaixonada nem nada que se pareça! No princípio de dezembro e num momento de desespero (quando fiquei a saber que a coisa tinha assumido a amante) disse o que se passava comigo a um colega que estava presente quando recebi a notícia. Foi uma conversa muito rápida que serviu para explicar o motivo da minha cara naquele momento. Esse colega, também divorciado, passou a andar muito preocupado comigo!! Mensagens no FB, por mail a perguntar como é que eu estava, a disponibilizar-se para tomar um café e falarmos. Enfim, senti-me acossada. Durante uns dias foi uma constante. Agradeci a disponibilidade mas nunca fiz mais nada. Se calhar o colega estava a ser só gentil mas mesmo assim senti-me assediada de uma maneira pouco agradável. Confesso que se fosse um  rapaz giro, pelo qual senti-se um certo interesse físico, ainda iria tomar um café mas, não é esse o caso. Nunca dei qualquer tipo de sinal de que poderia estar interessada. Fui só simpática como sou para todos os colegas. Ainda por cima, este colega anda sempre a rondar as professoras mais novas e as novas na escola. Parece que anda à caça!!!  
     Não há nada mais piroso do que um comportamento predador, sejam, solteiros, divorciados, viúvos ou até mesmo casados. Para isso não há paciência, não é?
    

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

2º Período: amanhã começa

Escrita Cuneiforme

Amanhã vai recomeçar o trabalhinho!! Já tenho as coisas preparadas para as próximas duas semanas e agora só falta "atromentar" os meus alunos