segunda-feira, 23 de junho de 2014

domingo, 22 de junho de 2014

POR-TU-GAL

Ou será pelo meu estado de espírito que anda meio em baixo ou é por nunca me ter entusiasmado verdadeiramente com esta seleção mas não estou nada esperançada com a coisa. 
Aquele jogo com a Alemanha arrasou qualquer  optimismo! 
Era tão bom recuperar a alegria de se gritar GOOOOLO!!! GANHAMOS!!! POR-TU-GAL!!!!  

sábado, 21 de junho de 2014

Falhada? Sim, sou.

Sim, sinto-me uma falhada. Uma falhada em vários aspetos da minha vida. Falhei no amor, falhei em obter sucesso profissional, falhei, falhei, falhei!!! Sinto-me uma  burra e pouco útil para quer que seja. 
Isto vai passar mas enquanto não passa é isto que sinto. Sou uma falhada.

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Updates do caso do primo que foi para a Rússia

Lembram-se do meu primo que foi para a Rússia atrás da namorada que conheceu no fb, pois é, há novidades.
A russa veio agora viver para cá. 

terça-feira, 17 de junho de 2014

Abençoado calor que algo de bom tem vindo de ti!

A única coisa que o calor me trás de bom é uma ligeira falta de apetite. Digo ligeira pois isto aqui comigo é sempre a enfardar. Conto pelos dedos de uma mão as vezes em que não tive vontade de comer!
Como podem ver eu sou uma moça dada ao belo pratinho de comida e acabo por pecar em grande! Mas, com o calor repentino que tem feito acabo por sentir menos vontade de comer. Iupi!! Os últimos dias tem sido passados a beber litradas de água (e a ir à casa de banho!) e a ingerir pouca coisa. 
Para além do calor, os trabalho que devem estar prontos para ontem, também fazem com que eu não esteja a pensar no que vou comer, o que ajuda.
Por isso, e tendo em consideração a "dieta" que tenho tentado fazer, os resultados estão a aparecer!!! Numa semana 1kg já foi à vida! Só espero que não seja em água que tem ido pela sanita abaixo e que seja a bela da gordura.
Não preciso de seguir dietas malucas, basta-me fazer isto para voltar a não me sentir lontra:

  • reduzir as quantidades de comida no prato;
  • reduzir as gorduras;
  • não comer doces (esta custa muito por isso há um dia em que como o meu belo pastel de nata com um abatanado para não desmoralizar)
  • só comer pão no pequeno almoço (uma fatia torrada barrada com queijo a vaca que ri magro)
  • retirei os refrigerantes, cervejola e afins;
  • comer só duas peças de fruta por dia (maçã e pêra);
  • 1 iogurte magro (são magros e quando se vê estão carregados de açúcar por isso ando sempre à caça do que menos tem!);
  • fazer um jantar ligeiro (sopa, salada, iogurte com fruta e chia ou linhaça). 
A única coisa que não tenho feito é exercício físico! Sim, eu sei que faz falta mas a coragem tem vindo a desaparecer! Apetece-me começar a correr mas o calor desmotiva-me e faz-me ficar com o rabinho alapado no sofá ou na caminha. 

Quando os trabalhos estiverem arrumados vou fazer por isso e recomeçar as caminhadas e a tentar correr (digo tentar para não me pressionar muito, ok?) 

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Violetas Africanas



Depois das tulipas vieram as violetas. Tenho-me esmerado no tratamento e os resultados estão a aparecer. Estão lindas!!! 

quarta-feira, 11 de junho de 2014

O que fica

Acabei de chegar do velório da mãe do meu amigo. Continuo sem palavras para explicar o que sinto e, ainda para mais que agora vi o sofrimento no olhar de quem gosto. Lembrei-me de muita coisa e a imagem que vou guardar é a de uma pessoa generosa e alegre. É isso que fica. 
Paz à sua doce alma

No reino da Batata e do Pinhão


Refastelados no sofá, a tratarem da sua higiene e a prepararem-se para uma bela tarde de ronha. Adoro mimar os meus pimpolhos! 

terça-feira, 10 de junho de 2014

Sem palavras

O que se diz a um amigo quando acaba de perder a mãe de uma forma tão dura. Que palavras poderão dar conforto. Que gesto poderá atenuar o sofrimentos. Ando às voltas e não consigo pensar em nada. Estou triste. Sabia que a luta pelo equilíbrio mental  andava a ser travada mas quando se sabe que ela acabou de ser perdida, dói muito. 

sexta-feira, 6 de junho de 2014

Up, Up, Up!

Uma amiga disse-me que eu estou a precisar de coisas boas na vida. Que de negatividade já me basta e que agora só coisas boas virão. Fiquei a pensar nisso e é verdade. Ela tem toda a razão. De onde eu estou só posso ir para cima.

quinta-feira, 5 de junho de 2014

Tenho preguiça para vender, dar e trocar!

Aqui ando eu à volta com uma carrada de trabalhos para fazer e, como sempre, a vontadinha é pouca ou nenhuma! Já falta muito pouco para acabar a pós mas este último mês vai ser difícil de enfrentar com a quantidade coisas a serem feitas.

As manhãs estão ocupadas na instituição e quando chego a casa para almoçar estou com mais vontade de ir dormir uma sesta do que ir ler uns artigos sobre défice de atenção (acho que estou a sofrer disso!). Lá me vou arrastando até ao meu estaminé, debatendo-me com uma preguiça monstruosa e tentar cumprir os mínimos.
Este fim de semana prevê-se duro!