terça-feira, 27 de agosto de 2013

Tenho saudades do passado. Daqueles tempos de leveza e de coisas simples.

O que eu queria mesmo

Ganhar o Euromilhões e mandar tudo às ortigas. A coisa que mais prazer me daria seria ir ao Centro de Emprego.
Oh, meu Deus!! Estou a ficar tolinha de vez.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Tudo na mesma

A saúde do meu avô não tem vindo a melhorar. A pneumonia tem sido bem complicada de combater e o internamento tem sido prolongado. A minha mãe anda uma pilha de nervos com o que aí vem. Tratar de um acamado é muito duro. Enfim, a vida continua e nós temos de nos adaptar ao que há.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Os últimos dias têm sido bem complicados para a minha família. O meu único avô deu entrada no hospital e a situação está a ficar complicada. Problemas  de diabetes, infeção urinária e uma febre que não baixa. Suspeita-se também de uma pneumonia. Em poucos dias uma pessoa, que apesar de ter 88 anos, vivia sozinho e estava reguila como sempre, perde a mobilidade e a lucidez. Custa muito passar novamente por isto. Os meus outros três avós passaram pelo mesmo. Um definhar que nos tira, dia a dia, a pessoa que amamos.
As saudades já são muitas...

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Ach. Brito no seu melhor

Descobri as maravilhas deste sabonete Pedra Pomes. Deixa os pés macios que nem os de um bebé e com um cheirinho bem bom. Sempre tive tendência a ganhar calosidades nos calcanhares e tem sido sempre uma batalha de pedra pomes e de lixas para impedir que elas ocupem os meus pézinhos. Resolvi experimentar este sabonete e só posso dizer que é do melhor. Depois do banho, completo o tratamento com o meu creme de sempre para as patinhas: Neutrogena. Fico com os pés bem confortáveis.


sábado, 10 de agosto de 2013

Costuma-se dizer que "se a vida te dá limões, faz uma limonada"

 Este dizer tem o seu quê de verdade mas, em abono da verdade, posso dizer que estou farta de tannnnta limonada! Esperava ter por esta altura do campeonato algo mais docinho. Não é que não goste de limonada. Não, eu gosto. É fresquinha, saborosa e não faz mal à linha. Ainda por cima eu gosto dela praticamente sem açúcar. Só que metaforicamente falando, já estou preparada para outra coisa que não a carrada de limões que tenho tido de espremer nos últimos três anos. Passei da euforia de preparar um casamento ao desmoronar de todo esse projeto. As relações acabam, os sentimentos modificam-se mas a forma como o outro é tratado define a pessoa que são. As mentiras, o desprezo, o querer magoar propositadamente o outro revelam o carácter. Dói muito mesmo. Dói que se farta! As feridas ainda estão bem vivas e reavivam, qual dor fantasma, quando esta altura do ano chega. O mês de Agosto e Setembro é terrível uma vez que se conjugam praticamente todas as datas de uma relação. O bom e o muito mau. A felicidade e a mais profunda tristeza. Um passado que ainda me diz muito mas que parece que me assombra o futuro. Até quando?

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Sonhar não custa (15)



As nazarenas costumam rogar uma praga: Que te cai um pedreiro em casa!

Começa a semana e as coisas aqui por casa estão verdadeiramente de pantanas. Trabalhadores, máquinas e materiais ocupam todo os espaço disponível do quintal. Andam a colocar pavimento (cerca de 200 metros quadrados!!) e a confusão é mais que muita. Quarta-feira vai tudo acabar e poderemos dizer que, por agora as grandes obras vão terminar!!!
E sim, as nazarenas tem razão. Não há nada pior que pedreiros em casa.

domingo, 4 de agosto de 2013

quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Casa de Banho: 2º Dia

O poial para a salamandra

O chão da cozinha

Base de chuveiro
 

Acho que estes instrumentos de maquiagem são um pouco excessivos!!!


Como fazer a Maia do Avesso sentir-se burrinha?

Ouvir a conversa do canalizador, fazer-lhe perguntas sobre o que falta para a casa de banho e ficar na mesma. Não entendi patavina até que o pedreiro me troca as coisas por miúdos. Pelos vistos falta uma bicha de 30cm e o mecanismo do autoclismo mas o senhor teve de complicar a coisa para dar a entender que domina o assunto. Saí de lá a pensar que as canalizações são tão complexas e sofisticadas como as sondas que exploram a superfície de Marte. Enfim, senti-me burrinha!