terça-feira, 25 de junho de 2013

Não, não desapareci em combate!!! Tenho é tido uma moleza daquelas para ligar o PC.... De resto está tudo bem e prometo que vou novamente tornar-me assídua.

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Viva os Santos Populares!!!!!

 
Não irei hoje mas já tenho um bailarico no sábado!!! Amanhã vou comprar o manjerico!!!!

Será que não consigo distinguir um azul de um lilás?

Mas por que é que os catálogos de tintas tem uma amostra com uma cor e quando a aplicamos na parede é uma coisa completamente diferente. Comprei uma lata de 7,5l (compro a pequenina para experimentar) de um azul acinzentado e... tcharam: é lilás. Pensava que já tinha a coisa resolvida mas parece que ainda tenho de fazer mais umas visitas à loja. Tenho as coisas bem encaminhadas e já só falta o meu quarto. Esta maratona tem tido efeitos secundário na minha pessoa: as mãos estão verdadeiramente com um aspeto miserável, doem-me as costas e a depilação está em stand by. Sim, estou uma verdadeira troglodita!!!!

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Mas o que raio se passa com o facebook?

Não entendo como é que há pessoas que invadem o FB com mensagens super fofinhas, cheias de gatinhos e florzinhas muito cutchi cutchi. Com citações profundas e pensamento de paz e harmonia mundial. Agradecimentos à família, aos amigos, ao cão, gato, periquito e, basicamente, a tudo o que mexe e rasteja à face da terra. Será que se sentem sempre assim? Será que por vezes não tem vontade de morder quem lhes aparece pelas frente. Eu tenho esses dias. Dias em que o mundo parece uma coisa sinistra e desprovida de cores, sem qualquer ponta de coisas fofinhas.  Sinto que não há pachorra para tanto amor a tudo o que mexe.   

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Hoje o curso até foi bom

Hoje encontrei um velho amigo dos tempos de escola. Já lá vão uns bons anitos (21, oh meu Deus!!!!) e muita água por debaixo da ponte. Foi uma galhofa pegada e, por momentos parecia que estávamos de volta ao 9ºano. É tão bom ter estes encontros e poder constatar que há pessoas que conseguem manter o mesmo bom espírito que tinham. Estivemos na verdadeira galhofa e a cortar na casaca do curso que somos obrigados a fazer. Só faltava estarmos a ouvir Metállica na rádio da escola ou a vegetarmos no café Jovem.
Apesar deste bom reencontro, há coisas do presente que não são tão agradáveis como os tempos de escola. O desemprego também o atingiu e numa dimensão bem tramada. Ele e a companheira ficaram desempregados ao mesmo tempo e com o segundo filho a caminho. Tiveram de voltar pedir ajuda aos pais e agora vivem com os pais. Este meu amigo é professor universitário e, apesar de muita experiência não consegue arranjar trabalho. Trabalhou como jornalista mas o setor está a despedir (e qual é o setor que não está a fazer?!). No ensino, os cursos estão a fechar e é impossível arranjar seja o que for. Custa saber isto.
Apesar disto tudo, eu e o meu compincha colocamos a calhandrice em dia... bom, mesmo muito bom.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Depois de quatro dias em que andei nas minhas lides domésticas, amanhã tenho de voltar ao curso. Está visto que o que é bom não dura para todo o sempre, infelizmente. Amanhã já sei que irei perder umas horas a selecionar células no Excel e a ouvir a mesma explicação uma carrada de vezes. Para acabar com esta sensação de caca e preparar o espírito para amanhã, vou atacar uma taça de gelatina de ananás!!!