domingo, 25 de outubro de 2015

Procrastinar ou não procrastinar, eis a questão!

Tanta coisa para ser feita e eu aqui a procrastinar uma carrada de coisas que tenho de fazer até amanhã! Estou sem ideias e sem vontade para as ter. Não sei se sabem mas tenho dias assim, sem a puta da ideia do que fazer. Parece que o meu cérebro se recusa a fazer o quer que seja sem estar um bom bocado ao relantim. Por isso, ando por aqui a ver se arranjo a coragem, ideias ou o raio que o parta para fazer o trabalho. 

Tenho dito!

Acho as Kardashian uma grande piroseira. São moças trabalhadoras, empreendedoras (palavra e atividade tão na moda) e sabem-se promover  mas, no que a estilo dizem respeito, parecem umas bimbalhonas!!!!

quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Babysitter

Depois de anos de estudo e trabalho para ser professora eis que me vejo a ser babysitter de adultos de etnia cigana! Sim, babysitter! Haja paciência!!!

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

O que se lê neste estaminé XIV

Ainda há quem não saiba ler e escrever!!!

Ando atolada em trabalho e isso nota-se. Os dias vão passando entre o trabalho que tem de ser feito e o resto das coisas. Chego ao fim do dia e a minha cabeça está em água e só tenho coragem de olhar para a televisão ou dar uma espreitadela ao The Block. Aí mergulho no mundo das renovações australianas e ando por ali a sonhar com a cidade de Melbourne. 
Estou a trabalhar e isso é que é importante! Repito frequentemente para mim.  Mas (há sempre um mas!!!)as coisas são complicadas e eu ainda não me habituei ao novo público que tenho. Se no princípio comecei a trabalhar com formandos que estão para obter o secundário e o nível de conhecimentos e experiências de vida enriqueciam as aulas, agora tenho aqueles que não sabem ler e escrever. Sim, não sabem ler e escrever e também não querem fazer o mínimo para aprenderem alguma coisa. Tem sido tramado. Uma sala cheia de formandos de etnia cigana, de várias idades, alguns com dificuldades de visão e sem saberem se quer assinar o próprio nome tem dando comigo em maluca. Não tenho a mínima razão de queixa quanto ao comportamento mas a falta de discernimento de quem lá os colocou sem antes saberem ler e escrever é de colocar os cabelos em pé! São cinco horas seguidas em que tenho de arranjar estratégias para os manter ocupados e ainda transmitir alguns conhecimentos. Ando completamente stressada com o que fazer para as aulas. As ideias já começam a faltar e ainda falta tanta hora para a formação acabar!!!

domingo, 11 de outubro de 2015

O que se lê neste estaminé XIII


Já li alguns autores que participaram no Prémio Leya e, até agora, não desiludiram. O mais interessante passa por nunca ter lido um vencedor mas sim finalistas!

As leituras!

Disse aqui que ia atacar o Memorial do Convento logo que terminasse o Pêndulo de Foucault mas os planos acabaram por mudar. Esses dois ficaram mais uma vez em lista de espera enquanto andava a trilhar outros caminhos. Ler é uma terapia!

terça-feira, 6 de outubro de 2015

10 horas

Não me estou a queixar mas ter 10 horas de aulas seguidas é dose de cavalo!!! Estou  aqui que mal consigo mexer os dedos. O cérebro já foi a meio da tarde!!